O que é o Aumento dos Glúteos?

Se Gostou Partilhe...
Share on Facebook0Pin on Pinterest0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Aumentar os glúteos começa a ser uma intervenção cada vez mais procurada por parte das mulheres. A pressão sobre o aspecto ideal é cada vez maior e a procura de umas nádegas bem delineadas e com um aspecto mais empinado é cada vez mais comum. O facto do aumento de glúteos se ter tornado um procedimento mais seguro e com uma recuperação mais rápida é também um incentivo à sua procura.

Dra. Luísa Magalhães Ramos explica:

Dra Luísa Ramos

“A genética não beneficia todas as mulheres e, portanto, a realização deste procedimento é adequada para quem tenha os glúteos achatados, pequenos ou que sejam comparativamente desproporcionais.

Existem várias técnicas cirúrgicas que podem dar uma nova forma ao rabiosque: a lipoescultura, a bioplastia e a prótese.”

 

A lipoescultura acaba por fazer uma lipoaspiração nas laterais por cima dos glúteos, o que já lhe dá um aspecto mais saliente. Depois, injecta-se a gordura retirada nos próprios glúteos aumentando assim o seu volume. Esta técnica de aumento dos glúteos não gera qualquer reacção alérgica por ser feita com gordura do próprio corpo. Ainda assim, esta é absorvida pelo corpo em cerca de 40% daquilo que é injectado. Esta é uma boa opção para quem tem alguma gordura nas laterais do abdómen. Caso a injecção de gordura não chegue para obter o resultado pretendido, o aumento de glúteos pode ser complementado com as próteses de glúteos.

A bioplastia consiste na injecção de um gel biocompatível no músculo e gordura dos glúteos, proporcionando um aumento do seu volume. O resultado é semelhante ao da lipoescultura, com excepção da absorção do produto. A sua maior desvantagem é que o produto infiltra-se nos tecidos do corpo e portanto não pode ser retirado. O aumento de glúteos através da bioplastia é feita com sedação e anestesia local, permitindo que o utente volte às actividades diárias poucos dias após a aplicação do gel. A dor após a intervenção não é forte na maioria dos casos e as complicações, tais como alergias ou inchaços, são raras.

Saiba mais sobre Aumento dos Glúteos

Se Gostou Partilhe...
Share on Facebook0Pin on Pinterest0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone