Mamoplastia de Redução: Técnica Cirúrgica

Se Gostou Partilhe...
Share on Facebook0Pin on Pinterest0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A mamoplastia de redução é realizada sob anestesia local e sedação. Existem diversas técnicas e cabe ao cirurgião estar perfeitamente familiarizado com cada uma delas.

A escolha do procedimento depende de alguns factores, como do volume da mama a reduzir, do tipo de pele, e da consistência da mama.

 

A mamoplastia de redução é uma técnica cirúrgica que permite a redução do volume mamário. É considerada uma das cirurgias mais comuns, entre as estéticas. As mamas são elementos fundamentais na constituição da silhueta feminina.

Quando apresentam alguma anormalidade interferem no bem-estar físico e psicológico das mulheres. O complexo psicológico está presente em pacientes que apresentam excesso de volume mamário, uma vez que se sentem frustradas por não encontrar roupa do seu tamanho.

O procedimento é, deste modo, indicado para quem quer melhorar o aspecto das mamas, ou para quem apresente problemas causados pelo excesso de volume mamário, como dores nas costas, pescoço, cabeça e ombros.

Técnicas Utilizadas

Cirurgia em T: A técnica inicia-se com uma incisão feita ao redor da auréola e outra ao longo do sulco mamário. É através do corte que o cirurgião consegue retirar o excesso de pele, gordura e glândula mamária, conferindo à nova mama um melhor e menor formato, proporcional ao corpo da paciente. A incisão é feita em forma de “T” invertido. No final do procedimento, a auréola e o mamilo são recolocados.

Cirurgia Vertical: Nesta técnica não é utilizado o corte pelo sulco submamário. Evita-se, assim, essa cicatriz. Este procedimento permite melhor esconder as cicatrizes e torná-las o mais curtas possível. Uma das preocupações na mamoplastia de redução é preservar a posição da mama, manter a sensibilidade do mamilo e a capacidade de lactação da mama.

A Dra. Luísa Magalhães Ramos recomenda:

LMR - Cirurgia Plástica1. O utente deve informar o médico até dois dias antes de qualquer ocorrência, como uma gripe, indisposição, febre, menstruação, etc.

2. É importante evitar durante um período de 10 dias antes do tratamento cirúrgico alguns medicamentos, como diuréticos, de emagrecimento, anticoagulantes, etc.

3. É também fundamental evitar o consumo de bebidas alcoólicas e o consumo de tabaco, nos dias antes que antecedem a cirurgia.

Saiba mais sobre Redução Mamária em www.lmrcirurgiaplastica.pt e através de artigos publicados anteriormente

Se Gostou Partilhe...
Share on Facebook0Pin on Pinterest0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone