Lifting Frontal – Técnica Cirúrgica

Se Gostou Partilhe...
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email

No dia antes da cirurgia, o utente deve lavar o cabelo com um champô antisséptico e no próprio dia não pode usar cremes ou maquilhagem.

O lifting frontal pode ser feito com técnica aberta ou por endoscopia. As técnicas não diferem muito uma da outra excepto no tamanho da incisão. Como é explicado no vídeo O que é o lifting frontal?, a incisão deve ficar escondida no cabelo, independentemente da técnica utilizada, com a excepção duma incisão na linha do cabelo caso a mesma seja muito alta.

No caso da técnica aberta, a incisão faz uma linha ao longo da cabeça, de orelha a orelha, e no caso da endoscopia são feitas 3 a 5 incisões com cerca de 2 centímetros cada.

Através da incisão, o cirurgião reposiciona a região frontal (testa) de modo a enfraquecer os músculos que provocam o aparecimento das rugas. Os músculos são estirados em conjunto com a pele e fixados através de suturas especiais a dispositivos de ancoragem, reabsorvíveis, fixados no crânio. É também aqui que as sobrancelhas são elevadas, dando um aspecto mais natural à face.

Caso o doente queira apenas reposicionar as sobrancelhas pode recorrer à técnica de tracção por fios, que tem cicatrizes ainda mais pequenas do que a endoscopia.

A intervenção é feita com anestesia local e sedação e o utente pode ou não ter de ficar internado. A duração varia consoante as alterações que têm de ser feitas, mas no geral demora 1 hora.

Quando há necessidade de tratamento do excesso de pele da pálpebra superior, pode ser feita em conjunto uma blefaroplastia.

Nestes casos, a cicatriz é menos extensa pois a elevação e o reposicionamento da sobrancelha no lifting frontal endoscópico diminui a quantidade de pele excedente nesta região.

Depois de um lifting, a rapidez do processo de envelhecimento não sofre alterações. A manutenção de uma boa aparência dependerá da qualidade da pele e da higiene de cada um.

É imperativo não fumar, proteger-se da exposição solar e cuidar da pele para prolongar os benefícios da intervenção, sem ignorar que é sempre possível voltar a realizar um novo lifting frontal.

Saiba mais sobre Lifting Frontal em www.lmrcirurgiaplastica.pt

Se Gostou Partilhe...
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email