Recuperação Pós-Parto: Mamoplastia de Redução/Mastopexia

Se Gostou Partilhe...
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email

A mamoplastia de redução/mastopexia (cirurgia para levantar o peito) é um procedimento cirúrgico que visa diminuir o tamanho dos seios. Durante a cirurgia é retirada glândula, gordura e pele. Há casos em que pode ser utilizada a lipoaspiração para remover gordura que está a mais na zona da axila.

Recuperação pós partoSeios grandes e pesados podem causar dores nas costas, má postura e até dores que irradiam para os braços. A mamoplastia de redução/mastopexia, para além de ser utilizada para diminuir o tamanho dos seios, também é recomendada para mulheres com involução mamária pós-parto. Melhora a auto-estima dos utentes, ajudar a corrigir a postura e diminui as dores nas costas.

Durante a gravidez, o corpo da mulher sofre uma série de alterações. As hormonas, como o estrogénio e progesterona, cujos níveis oscilam durante a fase de gestação, são as responsáveis pela grande maioria das alterações.

As mamas, por exemplo, sofrem modificações desde o início da gravidez. Esta zona do corpo da mulher é formada maioritariamente por gordura. Um aumento excessivo de peso aumentará assim o volume mamário.

Os seios crescem durante toda a gravidez, isto porque se assiste ao aumento das camadas de gordura da pele. Apesar de desconfortáveis estas transformações são muito importantes, pois visam preparar os seios da mulher para a amamentação. Para além do aumento do peito, podem ocorrer outras alterações, como comichão nos mamilos, com o esticar da pele, estrias na região e crescimento e escurecimento dos mamilos.

A mamoplastia de redução/mastopexia apresenta-se como uma solução eficaz para as mulheres que ficam insatisfeitas com o tamanho do peito, depois da gravidez. A redução da mama é uma técnica cirúrgica segura, sempre que realizada por uma equipa médica competente e devidamente treinada. No entanto, tal como outras cirurgias estéticas, não está isenta de complicações. Entre as complicações mais frequentes, listam-se diminuição da sensibilidade mamária, cicatrizes grossas e vermelhas, cicatrização demorada e raramente, infecção.

Uma dúvida que surge muitas vezes, numa eventual segunda gravidez, é se depois de submetida a uma mamoplastia de redução/mastopexia, a capacidade de lactação do peito fica comprometida. As técnicas utilizadas garantem que esta função não é afectada, permitindo à mulher amamentar futuramente.

Saiba mais sobre Recuperação Pós-Parto

Se Gostou Partilhe...
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email