Labioplastia – Como Tratar a Hipertrofia dos Lábios Vaginais

Se Gostou Partilhe...
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email

A Labioplastia ajuda a tratar os casos de hipertrofia dos lábios vaginais, cujas causas podem ser congénitas ou adquiridas, mas qualquer uma delas causam um desconforto funcional e emocional.

Todas as questões de ordem estética interferem na vida da mulher. Especialmente aquelas que se relacionam com a sua intimidade, uma vez que afetam não só a autoestima da mulher mas também interferem com as atividades do dia-a-dia e com a sua vida sexual e afetiva. É o caso da hipertrofia dos lábios vaginais que se carateriza pelo seu crescimento anormal, causando embaraço e condicionamento das atividades diárias. A boa notícia é que os avanços na cirurgia plástica permitem hoje minimizar estes incómodos e devolver à mulher a qualidade de vida que lhe é devida.

O que é a hipertrofia dos lábios vaginais

A hipertrofia dos lábios vaginais resulta no excesso de pele nessa região ou mesmo na sua assimetria. Para além da questão estética que tem um forte significado na vida íntima da mulher, a hipertrofia provoca um incómodo constante no dia-a-dia da mulher (incómodo ao vestir roupas mais justas, na prática de exercício físico e na atividade sexual).

 

Porque ocorre a hipertrofia

As alterações hormonais naturais, ou produzidas pela obesidade, hipertiroidismo, problemas renais ou até pelo uso de medicamentos podem afetar essa região e causar a hipertrofia. Também fatores relacionados com o envelhecimento podem, em alguns casos, provocar alterações externas do aparelho genital feminino.

Como se pode corrigir

Através da labioplastia ou cirurgia de redução dos lábios vaginais e também conhecida como ninfoplastia. O objetivo é a redução do tamanho dos pequenos lábios.

O que é labioplastia

É a cirurgia realizada para diminuir o tamanho dos lábios vaginais de forma a melhorar a parte estética e a qualidade de vida da mulher. Com frequência é também tratada a zona do capuz do clitóris quando necessário.

Como é feita a labioplastia

Na maior parte dos casos, a cirurgia é simples e a intervenção é realizada com uma ligeira sedação e anestesia local. Geralmente o tempo médio para a realização do procedimento é de 1 hora. Os pontos dados são absorvidos pelo organismo e não é necessário fazer a sua remoção. A cirurgia não deixa cicatrizes aparentes. Contudo, é expetável algum desconforto e edema no período pós-operatório, sendo, por isso, recomendado fazer repouso no pós-operatório imediato e seguir todas as recomendações que o cirurgião lhe transmitir. A maior parte da paciente consegue retomar a atividade profissional após poucos dias (2-3).

Resultados esperados

Sem dúvida que os resultados são duradouros. Contudo, a mulher não se pode esquecer que na mesma medida que vai envelhecendo também a região íntima passa por mudanças devido ao envelhecimento natural e que podem passar por alguma flacidez.

Impacto da labioplastia no dia-a-dia da mulher

A labioplastia tem um impacto muito positivo e contribui para a melhoria da autoconfiança da mulher. Permite uma melhor qualidade de vida nomeadamente na realização de atividade física e na utilização de roupas mais justas (roupa de ginástica e bikini por exemplo). A labioplastia vem também contribuir para melhorar a vida íntima do casal, sem dor, desconforto ou constrangimentos.

Imagem1Imagem2

Veja Também:

 

 

O SEU NOME*

O SEU EMAIL*

TELEFONE*

ESTOU INTERESSADO(A) EM*:

 

 

MENSAGEM

 

Informação Adicional:

Se tiver alguma dúvida sobre este tema, contacte-nos através deste formulário ou deixe-nos a sua questão na zona dos comentários.

Em alternativa, também pode visitar a nossa clínica de cirurgia plástica em Lisboa.

 

Nota importante:

As fotos antes e depois apresentadas nesta página e neste website são meramente demonstrativas e podem não servir de referência para o seu caso em particular. Estas imagens servem apenas para mostrar possíveis resultados para um ou vários procedimentos cirúrgicos. As imagens que utilizamos são de pacientes que consentiram a sua utilização. Estas imagens não representam nenhuma garantia de resultados.

Se Gostou Partilhe...
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email